O meu bebé tem febre. O que posso fazer?

É de referir antes de mais que a febre por si não é uma doença. Esta indica que o corpo está a reagir a invasores virais ou bacterianos ou a lesões dos tecidos e que está a mobilizar os mecanismos de defesa. O corpo atua deste modo porque os vírus e as bactérias não conseguem desenvolver-se com temperaturas corporais elevadas. A febre é um dos mecanismos de defesa naturais mais importantes do corpo, que na maioria dos casos não deveria ser contrariado com medidas antipiréticas.

Mas é difícil ver o nosso bebé sofrer com febre e não poder ajudar. Contudo, há uma coisa que pode fazer: pode vigiar a evolução da febre, medindo a temperatura a intervalos regulares.

Qual é a temperatura corporal normal do meu bebé?

A febre é melhor descrita como uma temperatura corporal que se encontra acima do valor normal. Mediante a tabela seguinte poderá determinar a temperatura normal, independentemente do local da medição:

 

Método de medição

Temperatura normal

Axilar / axila

35.9°C - 37.0°C

Oral / boca

35.9°C - 37.0°C

Retal / ânus

36.3°C - 37.5°C

Têmpora / testa

35.8°C - 36.9°C

Tímpano / ouvido

35.8°C - 36.9°C

Se um recém-nascido com menos de três meses tem febre, há que agir imediatamente. Consulte um médico se verificar que o bebé tem febre! Tenha em atenção que os bebés desenvolvem febre durante a dentição.

Que sintomas consigo identificar se o meu bebé tiver febre?

Na maioria dos casos, a febre é identificada por fatores visíveis: a face do bebé está quente e corada. Os pés e as mãos, quando tocados, estão frios. Os olhos do seu bebé parecem cansados. Alguns bebés choram, ficam sonolentos ou perdem o apetite. Mas há bebés que com febre se comportam de maneira normal. Parecem estar totalmente saudáveis; comem e bebem. Neste caso, não tem de se preocupar: o seu bebé está a lidar bem com a febre.

Segue-se um resumo de alguns sintomas de febre:

  • Olhar cansado.
  • Falta de apetite.
  • Mãos e pés frios.
  • Calafrios.
  • Mal-estar visível.
O que posso fazer pelo meu bebé quando tem febre?

Ninguém conhece o seu bebé melhor que você - intuitivamente saberá como poderá acalmar e consolar o seu bebé. Dependendo de quão alta está a temperatura corporal do seu bebé, poderá tomar determinadas medidas. Deixamos-lhe algumas sugestões que poderão ser úteis:

Em caso de temperatura elevada (37,6 °C – 38,4 °C)
  • Dê especial cuidado e atenção ao seu bebé. Os bebés doentes sentem-se melhor e mais seguros quando são acarinhados pelos seus pais.
  • Certifique-se de que o seu bebé fica na cama. O descanso é importante para a recuperação.
  • Certifique-se de que o seu bebé bebe líquidos suficientes. Dê-lhe algo para beber de 30 em 30 minutos.
  • Meça a temperatura do seu bebé a intervalos regulares.
  • Se o seu bebé recuperar, não necessita de tomar mais medidas.
Em caso de febre (38,5 °C – 38,9 °C)
  • Dê especial cuidado e atenção ao seu bebé. Os bebés doentes sentem-se melhor e mais seguros quando são acarinhados pelos seus pais.
  • Certifique-se de que o seu bebé fica na cama. O descanso é importante para a recuperação.
  • Certifique-se de que o seu bebé bebe líquidos suficientes. Dê-lhe algo para beber de 30 em 30 minutos.
  • Meça a temperatura do seu bebé a intervalos regulares.
  • Ofereça-lhe refeições leves e de digestão fácil.
  • Caso necessário, administre antipiréticos, mas apenas após ter consultado um médico ou outro profissional de saúde.
Em caso de febre alta (igual ou superior a 39,0 °C)
  • Dê especial cuidado e atenção ao seu bebé. Os bebés doentes sentem-se melhor e mais seguros quando são acarinhados pelos seus pais.
  • Certifique-se de que o seu bebé fica na cama. O descanso é importante para a recuperação.
  • Certifique-se de que o seu bebé bebe líquidos suficientes. Dê-lhe algo para beber de 30 em 30 minutos.
  • Meça a temperatura do seu bebé a intervalos regulares.
  • Ofereça-lhe refeições leves e de digestão fácil.
  • Caso necessário, administre antipiréticos, mas apenas após ter consultado um médico ou outro profissional de saúde.
  • As compressas tépidas podem tornar a febre mais suportável para o seu filho.
Tome também em consideração as seguintes medidas para que o seu bebé se sinta melhor.
  • Não agasalhe o seu bebé em demasia. Isso pode provocar o aumento de calor.
  • Dependendo da temperatura ambiente, tape o seu bebé com um cobertor fino.
  • Aplique compressas tépidas no seu bebé.
  • Certifique-se de que a necessidade de líquidos do seu bebé é compensada para evitar uma desidratação.
  • Caso seja necessário administrar medicamentos, faça-o na dose correta. Consulte um médico antes de administrar medicamentos a bebés com menos de 6 meses de idade.

Se tiver a sensação que o estado do seu bebé se agravou apesar de todos os esforços, procure ajuda médica profissional.

Fever in Children_Normal_Body Temp

Quando devo consultar um médico?

O aumento de temperatura ou a febre não requer obrigatoriamente a consulta de um médico. As informações seguintes destinam-se a ajudá-lo a decidir quando deve consultar um médico ou não.

Consulte um médico:
  • Se o seu bebé tiver menos de 3 meses de idade e febre acima de 38 °C.
  • Se a febre for acompanhada de diarreia, vómitos e cólicas.
  • Se a febre do bebé durar mais de um dia.
  • Se a febre ocorrer repetidamente ou se houver uma recaída.
  • Se a febre não baixar apesar de se terem administrado antipiréticos, tais como Ibuprofeno ou Paracetamol.
  • Se o seu bebé não ingerir líquidos suficientes.
  • Se o seu bebé tiver convulsões.
Convulsões

As convulsões surgem devido a uma reação do sistema nervoso, que pode ocorrer principalmente devido ao aumento ou à queda súbita da temperatura corporal. Durante a convulsão, o bebé revira os olhos e fica com as extremidades rígidas; além disso, o bebé pode ter convulsões e a área em redor da boca pode ficar, azulada; é possível que o bebé perca temporariamente os sentidos. O bebé recupera após um curto espaço de tempo, fica cansado e não se lembra da convulsão.

As convulsões febris ocorrem raramente. Apenas 3% a 5% de todos os bebés são afetados, normalmente entre os seis meses e os cinco anos de idade. Na maioria dos casos, as convulsões desaparecem por si só. Normalmente, as convulsões não têm consequências para a saúde do bebé e, do ponto de vista médico, são inofensivas. Os bebés que sofrem de convulsões desenvolvem-se sem complicações e sem quaisquer danos cerebrais. Algumas famílias apresentam tendência para convulsões febris.

É totalmente compreensível que as convulsões sejam encaradas como muito preocupantes e ameaçadoras quando acontecem com o seu bebé, especialmente pela primeira vez. É uma experiência muito difícil. Para os pais, manter a calma é mais fácil dizer do que fazer.

É aconselhável tomar as seguintes medidas durante uma convulsão febril:
  • Deite o seu filho na horizontal num local seguro e, se necessário, sobre almofadas confortáveis.
  • Alargue a roupa do bebé para que possa respirar melhor.
  • Se o bebé vomitar, deite-o de lado para que o vómito não entre nos pulmões.
  • Não deve nunca abanar o seu bebé, já que com isso lhe pode provocar lesões.
  • Não dê de comer nem de beber ao bebé, uma vez que lhe podem provocar asfixia.
  • Anote a duração da convulsão - esta informação pode ser útil para o diagnóstico posterior.
  • Procure quanto antes ajuda médica.
  • Meça a temperatura corporal.
  • Tome medidas antipiréticas.

O seu bebé tem de ser examinado depois de uma convulsão, a fim de excluir outras complicações médicas. Se as convulsões surgirem repetidamente e durarem mais do que alguns minutos, o seu médico irá eventualmente prescrever medicação de emergência ao seu bebé. O seu médico irá por certo explicar-lhe a utilização e a posologia do medicamento contra as convulsões do seu bebé.

Em casos raros, uma convulsão pode durar mais de 15 minutos ou apresentar outras anormalidades. Nestes casos, deve ser posto um fim à convulsão com medicamentos.

Caso tenha dúvidas, é sempre melhor chamar uma ambulância para que o seu bebé seja levado às urgências.

Febre dos 3 dias ou sexta doença

A febre dos 3 dias é tipicamente uma doença infantil. Ocorre uma vez em quase todos os bebés antes do final do segundo ano de vida.

Trata-se de uma doença viral inofensiva, provocada pelo vírus do herpes e transmitida por gotículas, ou seja, através da tosse ou do espirro. O bebé que sofreu esta doença desenvolve uma imunidade vitalícia contra ela.

O sintoma desta doença é uma febre súbita muito alta que dura três a quatro dias. Quando a febre passa, aparece uma erupção cutânea com pequenas manchas vermelhas. Esta erupção cutânea pode espalhar-se por todo o corpo, menos na face. A erupção cutânea desaparece após dois ou três dias e a infeção é ultrapassada.

Em alguns casos esta doença acontece de forma tão subtil que pode não ser detetada. Apesar da febre elevada, o estado geral é, geralmente, pouco ou nada afetado.

A febre dos 3 dias dos bebés não pode ser tratada. Apenas os seus sintomas podem ser tratados. Por exemplo, a febre alta pode ser combatida com medidas antipiréticas. O mais importante é garantir que o seu bebé beba muitos líquidos, como por exemplo água. Para excluir quaisquer complicações ou dúvidas, sugerimos que consulte o seu médico.

Fever in Children Should I call the doctor